Páginas

terça-feira, 17 de julho de 2007





Num cásulo,

quietinha,

presa por ansear a tão sonhada

LIBERDADE!


A força interna q possuo

irá superar

tanta coisa que tem acontecido...


Seria muito bom se NOSSAS escolhas

não comportassem certa carga de angústia.

Mas escolher dói,

causa inquietação,

medo,

insônia,

porque escolher significa também abrir mão de algo.


Nós amamos não uma vida sem erros,

mas uma vida de possibilidades e de escolhas.

Nós amamos ser LIVRES.

E,

por piores que as opções nos pareçam,

mesmo que nos vejamos sem saída,

ainda nos resta escolher o que vamos fazer na situação difícil:

Se vamos lutar ou nos entregar.

É justamente aqui que jorra uma força,

uma energia,

um poder

– pois um milagre acontece cada vez que alguém se supera

e tira o bem de onde os outros só viam maldades

ou não viam nada.


O céu faz uma festa quando nós nos recusamos

a ser escravos da tristeza e da depressão.

Deus salta de alegria quando nós escolhemos

nos levantar mesmo

contra as expectativas de todos à nossa volta.


"Mas eu não vou desistir,

ajuda-me SENHOR!"

Nenhum comentário: