Páginas

quarta-feira, 30 de julho de 2008

Hoje cedo li uma mensagem mais ou menos assim:
uma senhora foi a um hospital entregar uns presentes a algumas crianças,
e uma menina simplesmente não quis receber o presente,
e ficou caladinha em sua cama,
a senhora se aproximou da criança
e perguntou porque ela não queria o presente,
a menina respondeu:
"preciso apenas de um abraço!"

E guardei isso comigo...
pq nunca senti uma SAUDADE tão forte!

domingo, 20 de julho de 2008

Quando agente começa a conviver com pessoas diferentes
agente se depara com múltiplas "interpretações"...
sempre fui carinhosa demais, naturalmente aberta a distribuir sorrisos...
e uns enxergam como s eu tivesse abrindo ESPAÇO...
espaço este, que realmente encontra-se FECHADO PRA BALANÇO!

Por enquanto...
:X

sábado, 19 de julho de 2008

Às vezes agente nem acredita q o tempo passou,
que muita coisa mudou,
que doeu bastante,
mas já aliviou...
que existem RECOMEÇOS!

Nesse momento não preciso de explicações,
preocupações, angústias, medos,
me permito TENTAR novamente:
tentar me entender, tentar aprender!!

Estar mais em mim:
me PERMITIR descobrir que o mundo ainda é bem pequeno pra tudo que realmente quero!!

sábado, 5 de julho de 2008

eu não caibo mais nas roupas que eu cabia,
eu não encho mais a casa de alegria,
os anos se passaram enquanto eu dormia...
eu não tenho mais a cara que eu tinha,
no espelho essa cara não é minha,
é que quando eu me toquei achei tão estranho...
será que eu falei o que ninguém ouvia?
será que eu escutei o que ninguém dizia?
(e às vezes eu acho que) não vou me adaptar, me adaptar...



A Poia às vezes lê meus pensamentos...
e essa música toda vez que toca,
cria uma conexão com o que vivo!


E realmente: EU NÃO VOU ME ADAPTAR!