Páginas

segunda-feira, 29 de setembro de 2008



A flor da minha vida!! Vovó linda!!

Não tenho suportado gritos e desmandos,
é algo que realmente tem me incomodado
e existem pessoas que parece tê-los impregnado em si,
há algo mais inquietante do que se deparar com pessoas "superiores"?
Aquelas do tipo,
eu mando em tudo e ponto final!
Das 2, uma:
ou o mundo é muito grande pra tamanha ignorância,
ou tenho sido muito pequena pra não admitir
tamanho egoísmo!!



* meras observações
"Dois horizontes fecham nossa vida:
Um horizonte - a saudade do que não há de voltar;
outro horizonte - a esperança dos tempos que hão de chegar".
Machado de Assis, escritor, RJ, 1839-1908

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

meus amarelhinhos!!! lindossssssss!!
a velha muleka de sempre!


Eu nunca fui previsível,
nunca gostei de andar pela linha reta,
choro muito se der vontade,
contrario todas as regras que o mundo me impõe,
e quando acho que devo errar,
voltar, continuar, sei lá...
meto a cara, ainda que me arrebente,
as pernas finas, e a coluna tronxa me erguem novamente!
E creio que breve chegarei onde quero...
tenho objetivos, e o maior deles sempre foi ser FELIZ!
Na vida agente não ganha sempre né?
E assim a vida segue...
reclamar demais dá azar!
Engolir sapos dá dor de barriga...
rs!
Sorrir tem me feito bem!
E aos poucos, tudo vai se ajeitando!

domingo, 14 de setembro de 2008

As pessoas são eternas caixas de surpresas,
aquelas que sempre esperamos tanto,
tendem a nos machucar,
e outras que chegam a passar despercebidas
em certos instantes nos surpreendem!

sábado, 13 de setembro de 2008


Aqui estou,
enfim:

22!

E nos antigos anos passados,
me peguei tentando decifrar todos os por quês... (é assim q se escreve?)
não que eles não me sejam mais necessários,
acho que observar tem sido mais proveitoso,
achei uma certa paz que há muito necessitava,
paz esta que realmente estava bem guardada e que eu nem sequer imaginava possuí-la!
Perdi o medo de buscar os desejos, de sofrer de verdade, de aceitar meus defeitos e medos, mas esse é apenas o começo...
Guardo dores, que me empurram e me fortalecem.
Vivo momentos de aprendizagem contínua,
que nunca esperei ser tão bom!
* Papai do céu realmente me guarda com muitooooooooo amor!

terça-feira, 2 de setembro de 2008



ELES fazem de minha noite uma grande farra...

o lôro e a central!

E como diz May: "eis que Deus fez todas as coisas novas!"