Páginas

quarta-feira, 5 de novembro de 2008



Eu sou assim:com virtudes, defeitos e limites.
Se agora me permites,
eu pretendo ser feliz.


Sem prender-me ao que não fiz,
mas olhando o que é possível.
A dor que às vezes vem,
me faz feliz também,
pois ela me recorda o valor que tem a cruz.





Qdo a noite esconde a luz,
Deus acende as estrelas...



(Pe. Fabio de Melo)



Nenhum comentário: