Páginas

sábado, 31 de outubro de 2009

Eu sempre fui de lutar,
valorizar, cuidar, correr atrás
do que quero...
e ultimamente,
minha força esmureceu...

Me sinto tão estranha,
é como se eu bloqueasse
tudo o que de bom quer
gritar!!

Quero voltar a acreditar
que a vida é feita de bons momentos
que podem ter um depois...

Quero acordar todos os dias
com aquele sorriso estampado
até a testa

Quero com toda a força
ter tudo cada vez mais perto,
mais em mim,
contruir um horizonte:
TRANQUILO!

E por onde começar?


Depois que agente quebra alguns
laços, é como se existisse
sempre uma pulga atrás da orelha...


O querer tem sido maior...
deixa ver o que Papai do Céu
no reserva...

Quem não compreende um olhar
tampouco compreenderá uma longa explicação...

Nenhum comentário: