Páginas

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Ah...

METAS


* Ser ainda mais Feliz e grata á Papai do Céu
* Organizar meus estudos
* Resolver pendências
* Amar e cuidar ainda mais da minha família e dos meus amigos
* Fazer uma viagem pra um lugar que ainda não conheço (muito bem acompanhada é claro! rs!)
* Trocar os móveis do quarto
* Cuidar muito bem do coração... sim, ele ta pedindo SOSSEGO, um amor tranquilo, sem dores de cabeça e confusões, sem amarras e egoismos...
* Participar de um projeto social
* Aprender a cozinhar... rs!
* Dirigirrrrrrrrrrrrrrrrr aff...
* Cuidar um pouco mais da saúde e dos dentes
* Continuar firme na malhação
* Estudar outro idioma
* Cair ainda mais no mar, tomar belos banhos de cachoeira e contemplar a lua bemmmmm cheia
* Ler bons livros, assistir ainda mais filmes, ir ao cinema com Myla rindo por qualquer bobagem...
* Fazer mais surpresas, realizar mais sonhos e deixar a vida levar...
PAPAI DO CÉU CUIDA SEMPRE MUITO BEM DE TODAS AS MINHAS ESCOLHAS
=+)



Só quem já provou a dor
Quem sofreu, se amargurou
Viu a cruz e a vida em tons reais
Quem no certo procurou
Mas no errado se perdeu
precisou saber recomeçar
Só quem já perdeu na vida sabe o que é ganhar
Porque encontrou na derrota algum motivo para lutar
E assim viu no outono a primavera
Descobriu que é no conflito que a vida faz crescer
Que o verso tem reverso
Que o direito tem o avesso
Que o de graça tem seu preço
Que a vida tem contrários
E a saudade é um lugar
Que só chega quem amou
E o ódio é uma forma tão estranha de amar
Que o perto tem distâncias
E o esquerdo tem direito
Que a resposta tem pergunta
E o problema, a solução
E o amor começa aqui
No contrário que há em mim
E a sombra só existe quando brilha alguma luz.
Só quem soube duvidar
Pôde enfim acreditar
Viu sem ver e amou sem aprisionar
Quem no pouco se encontrou
Aprendeu multiplicar
Descobriu o dom de eternizar
Só quem perdoou na vida sabe o que é amar
Porque aprendeu que o amor só é amor
Se já provou alguma dor
E assim viu grandeza na miséria
Descobriu que é no limite
Que o amor pode nascer

Nenhum comentário: