Páginas

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

"Daqui há vinte anos você estará mais desapontado
com as coisas que não fez do que com as que fez.
Então jogue fora os limites.
Navegue para longe do porto seguro.
Sinta os ventos em suas velas.
Explore.
Sonhe.
Descubra."


Mark Twain



Tenho uns conceitos meio malucos,
como fala minha grande Poia...


Me tornei a rainha da análise,
acho que por isso mesmo
não tenho me jogado tanto na vida!



Fim do ano tem dessas coisas,
agente faz um lista do que precisamos rever,
do que é necessário mudar, melhorar, voltar atrás...
e quer saber?



Ainda não comecei a fazer esse BALANÇO



Ando bem satisfeita
com as relações que tenho cultivado,
em breve tomarei o rumo
dos meus estudos,
minha família tem sido a base
da minha alegria...
meu corpo tem andando em ordem também,
cada dia melhor :D,
mais loira que Xuxa e Angélica juntas,
a cintura estreita e a barriga estufada... rs!
E o velho e chato coração...
não tem me incomodado muito! rs!
Então por enquanto...
deixa esse BALANÇO pra daqui a alguns dias...






"Ficou mais difícil de dizer que não me quer
Quando eu te peguei olhando pra mim
Com cara de desejo, cara de quem quer beijo
Minha mente viajando só pensando em nós
Imagine quando estivermos a sós
Entre quatro paredes, sacia a minha sede
Não provoca não
Não me chame a atenção
Eu não tenho a intenção de te magoar
Não, não brinque assim
Ao chegar perto de mim
Sabe qual vai ser o fim se eu começo a te beijar
Valeu, essa noite eu vou ser seu
Aproveita, que eu quero me entregar"



Valeu, só não vou te prometer
Que vai me ver quando o dia chegar.



MÚSICA BOA... LEMBRA ALGUÉM...
Q PARECE NUNCA SAIR DE MIM...
OHHHHH JUÍZO QUE EU NUNCA VOU TER!!

Um comentário:

Rafa Cruz disse...

Uia, e não é que a moça é uma blogueira de mão cheia? Tava procurando itabunenses no Blogger ao acaso e então vejo um rosto conhecido. Enfim, quanto ao seu post:
Esses balanços gerais são coisas de senso comum, todo mundo acaba fazendo ao término de cada ano. E sempre que termino um ciclo tenho a mesma impressão de que,a maior parte do tempo, fui um tremendo idiota sarcástico .hahahahaha
Fazemos promessas de todos os tipos, tentamos trair a natureza, mas a maioria não dura até o primeiro mês do novo ano e, no fim de tudo, você continua sendo simplesmente você, com seus defeitos e qualidades que te caracterizam. Whatever, ainda te devo um desenho, até o fim do ano vou tentar cumprir ao menos essa pseudo promessa ( afinal, não prometi nada, mas vou tentar alguma coisa).