Páginas

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Me peguei pensando na história dela...

sofre um grave acidente,
o amigo morre no acidente,
o noivo se mata,
ela se suicida...
os filhos ficam...

Será que em meio a tanta tragédia
não se tira nada de bom?

Será que se entregar tanto a um amor,
fazer planos, constituir uma rotina,
construir sonhos e perder tudo
não faz realmente o mundo acabar?

Não a julgo,
não sei como agiria se estivesse em seu lugar,
espero NUNCA passar por situações parecidas,
que Deus a tenha ...

Um comentário:

Isabel Dasp disse...

Triste tudo isso, saber que as aparências enganam, ela parecia ser mais forte, mas ao sentir a dor na alma, o tormento interno pode vencer.

Oi prazer, descobri seu blog ao modo random do blogger. :)