Páginas

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Despertei do nada,
tá difícil voltar a dormir...

abro o blog da Poia e me deparo com a mensagem:

"às vezes, fico me perguntando de onde vem
minhas atitudes tão egoístas...

Antes de fazer algo por alguém,
me pergunto se esse alguem faria o mesmo por mim.
Analiso as coisas com uma frieza que me surpreende...

Não me dói mais dizer "não", demonstar reprovação a algo,
dizer o que penso ou silenciar quando me convém.
Desaprendi a conjugar verbos no plural...

Eu me sinto mais viva!"
 
Ela soube traduzir bem o que tenho sentido,
me permito ficar calada,
analisar bem todos os fatos
e tomar MINHAS decisões,
eu sei que pros outros elas podem não parecer corretas,
todo mundo sempre espera que caminhemos pela mesma reta,
que sejamos sempre BONZINHOS,
ou melhor traduzindo,
sempre me dizem que
em algumas situações devemos aprender a ser FALSOS!
 
 
 
Sinceramente, não me sinto na obrigação de agradar ao MUNDO,
quero colorir a vida da melhor forma possível,
mas sou DIFÍCIL pra caramba,
birrenta, ciumenta... e isso NUNCA vai mudar...
"estou no MEU caminho.
Se acabar amanhã não estou "acabada".
 Acabada no sentido de: não ter o meu mundo,
as minhas escolhas,
 não virei sombra de ninguém e muito menos da Relação.
 É difícil, mas é preciso preservar o EU..."

Nenhum comentário: