Páginas

quarta-feira, 1 de junho de 2011

às vezes sinto vontade de expressar esse turbilhão
que se apresenta como uma PAZ sem fim...


E me pego pensando nas cenas,
e fico horas rindo sozinha com as fotos do celular,
as mensagens,
 nossas voltas de carro pela rua, 
só pra não se despedir de cara...


Me pego rindo,
de todas as bobagens,
de Chaves e Chapolin,
das massagens no pé,
e da saudade gostosa que sinto e 
que me preenche da melhor maneira que existe...




"Adoro essa sua cara de sono e o timbre da sua 
voz que fica me dizendo coisas tão malucas e que 
quase me mata de rir..." 


2 comentários:

Ruanna Chaves... disse...

Oiê adorei seu blog e essa postagem mais ainda vou seguir seu blog, segue o meu tbem? Bjos

Um brasileiro disse...

oi. estive por aqui dando uma olhada e também uma lida. muito legal. gostei. apareça por la. abraços.